TRÁFEGO PAGO PARA AFILIADOS - 6 Dicas Matadoras

TRÁFEGO PAGO PARA AFILIADOS – 6 Dicas Matadoras

O Tráfego Pago Para Afiliados Realmente Está Saturado?

É o fim do tráfego pago para afiliados?

Essa é uma dúvida muito comum, já que anunciar e vender hoje já não é tão fácil quanto no começo do Marketing Digital.

Principalmente depois dos últimos 2 anos, tivemos um “boom” de anunciantes e, com isso, o preço do clique dos anúncios ficou muito mais caro.

O que resta para nós, que queremos continuar vivendo da Internet, é se profissionalizar.

Confira nesse vídeo, as 4 estratégias que mais funcionam para vender como afiliado, independente do nicho que você esteja atuando.

Clique no play e bora!

🟢 melhor plataforma para site/blog

🟢 como ganhar dinheiro com blog no piloto automático

👉 Instagram: @dinheiroonlinefun

👉 Facebook: meuguiadinheirofacil

Qual melhor tráfego pago para afiliados?

Se você é novo em programas de afiliados ou marketing digital, já sabe a importância de investir em tráfego pago como parte de sua estratégia.

Isso ocorre porque o tráfego pago é ainda mais importante do que o tráfego orgânico para as empresas associadas que estão dando seus primeiros passos.

Afinal, você é sempre bem-vindo para colocar sua marca um pouco na frente de seu público-alvo.

Então, nos próximos parágrafos, responderemos a todas as suas perguntas básicas sobre tráfego pago para afiliados.

Também listaremos as principais plataformas digitais que você pode usar para começar a anunciar, atrair clientes e aumentar as vendas.

O que é Tráfego Pago (PPC)

Antes de falar detalhadamente sobre tráfego pago, vamos definir o que é tráfego.

O tráfego nada mais é do que todo o tráfego para suas páginas de vendas, site, páginas de destino e links de afiliados.

Em outras palavras, gerar tráfego é sempre um objetivo importante, não apenas para membros online, mas para empreendedores digitais em geral.

Afinal, quanto mais tráfego você tiver, maior a probabilidade de converter esse tráfego em vendas.

Com base nisso, as estratégias de aquisição de tráfego podem ser divididas em duas categorias: tráfego orgânico e tráfego pago.

A primeira refere-se a visualizações obtidas de forma espontânea por meio de conteúdos interessantes, como blogs, e-mails, canais no YouTube ou até mesmo postagens em redes sociais.

Em geral, trata-se de construir relacionamentos com clientes existentes e potenciais.

O tráfego orgânico é uma parte importante de uma estratégia de marketing de afiliados, mas é um processo mais demorado, pois requer muito tempo e esforço para obter bons resultados.

Por outro lado, o tráfego pago, como o nome sugere, é o tráfego gerado pela publicidade, que envolve investimento de capital.

Às vezes é até chamado de Pay Per Click (PPC).

Aumentar o conteúdo por meio da publicidade também é uma importante estratégia de marketing digital.

Mas é ainda mais importante para aspirantes a afiliados.

Afinal, quando aplicado corretamente, pode gerar resultados rapidamente, construir uma audiência e começar a construir uma marca.

Quanto você deve gastar em tráfego pago para afiliados

Essa é uma dúvida muito comum para quem está iniciando uma estratégia de marketing digital.

A resposta é: depende.

O interessante da maior plataforma de publicidade é que você pode definir um orçamento diário para suas campanhas.

Ou seja, dependendo de suas necessidades e financiamento, você precisa de US$ 10 a US$ 10.000 (ou mais) por dia para veicular anúncios.

Portanto, a chave aqui é construir um custo que se ajuste ao seu plano de negócios para que você não perca dinheiro se os números iniciais não atenderem às suas expectativas.

Isso significa que você deve primeiro pesquisar as taxas de comissão dos produtos com os quais trabalha.

Em seguida, adicione outros custos operacionais contínuos, como hospedagem e domínios.

Por fim, tente entender quais investimentos proporcionarão um retorno sustentável sobre as vendas.

Para entender melhor esse cálculo, é bom estudar o conceito de retorno sobre o investimento (ROI) e o valor ideal para investir em tráfego pago por venda.

Melhor plataforma para tráfego pago para afiliados

Agora que discutimos as principais características do tráfego pago para afiliados, é hora de pensar na plataforma que você usará para sua estratégia.

Aqui estão seis opções básicas a serem consideradas:

Anúncio no Facebook

Como a maior empresa de mídia social do mundo, não é surpresa que o Facebook seja a primeira escolha para quem quer investir em tráfego pago para afiliados.

Nesse sentido, os anúncios do Facebook são seu maior aliado.

Com o Facebook Ads, você pode usar todos os formatos da plataforma e ferramentas de amplificação para definir palavras-chave, conteúdo, campanhas e outros elementos estratégicos.

Uma característica fundamental da plataforma é o acesso à abundância de dados que o Facebook coleta de seus usuários, permitindo segmentar alvos de forma mais eficaz e aumentar as conversões.

Publicidade no Instagram

O Instagram, gerenciado pela Meta, também faz parte da plataforma do Facebook.

Você pode usar os anúncios do Facebook para anunciar online.

No entanto, se seu objetivo é executar uma campanha especificamente para o Instagram, os anúncios do Instagram são sua melhor opção.

Como uma das plataformas de mídia social mais populares entre os jovens, o Instagram pode dar acesso a um público muito diferente daqueles que usam regularmente o Facebook.

Expanda seus negócios e aumente o número de visitantes em suas páginas.

Além disso, o Instagram Ads permite explorar formatos que estão ganhando força no momento, como Stories, Reels e Instagram Shopping.

Todas essas são formas de se aproximar do seu público e colocar seu produto em foco.

Anúncios do Google

Como a maior plataforma de pesquisa do mundo, o Google é destaque em qualquer estratégia de tráfego pago para afiliados.

Para fazer isso, você precisa usar o Google Ads.

Como uma das maiores plataformas de publicidade e tráfego pago do mundo, o Google Ads permite que você se conecte com um grande número de usuários por meio de palavras-chave relacionadas ao seu produto ou nicho.

Isso significa que, quando os usuários pesquisarem palavras-chave relacionadas ao seu setor, eles verão anúncios para suas páginas e produtos.

Isso garante que você esteja sempre visível para pessoas que possam se interessar pelo seu conteúdo, melhorando seus resultados.

O Google Ads também oferece uma variedade de opções de investimento, formatos e campanhas para atender a todas as necessidades e orçamentos.

Todas as suas ferramentas valem a pena considerar.

Anúncios do YouTube

Embora o YouTube faça parte do Google, é uma plataforma por direito próprio.

Com 1,4 bilhão de usuários únicos mensais e 700.000 horas de vídeo por minuto, não é surpresa.

Portanto, os anúncios do YouTube também podem ser uma estratégia interessante de tráfego pago para seus links de afiliados.

Nesse caso, é preciso investir na criação de anúncios em vídeo realmente atrativos.

No entanto, os resultados podem ser ótimos, principalmente se você trabalha em um mundo de cursos online e conteúdo em vídeo.

Anúncios do LinkedIn

Se o seu nicho é o mundo do empreendedorismo ou do trabalho, o LinkedIn Ads é outra plataforma de anúncios que vale a pena considerar.

Afinal, é a rede social empresarial mais importante da Internet, com mais de 800 milhões de usuários.

Ao contrário das outras plataformas mencionadas aqui, os LinkedIn Ads atendem a um público específico e não são a melhor opção para todos os nichos.

Adicionalmente, os custos de publicidade nas redes sociais tendem a ser superiores à média.

No entanto, dependendo do seu departamento de vendas, a publicidade no LinkedIn pode ser uma boa opção.

Anúncios no Pinterest

Você também pode considerar investir em publicidade que lhe interesse, especialmente se sua empresa for nas áreas de criação, artes, moda, beleza ou bem-estar.

Os anúncios baseados em interesse foram lançados no Brasil em abril passado e são uma opção interessante para quem busca atingir públicos nos nichos citados.

O segredo aqui é criar anúncios que se integrem à linguagem da web, com pins que agreguem valor ao que os usuários pesquisam.

Dicas de Tráfego Pago Para Afiliados

Agora que listamos as 6 plataformas de tráfego pago para afiliados mais lucrativas, é hora de falar sobre algumas dicas importantes para quem quer começar a investir em publicidade online.

A primeira dica é sempre conhecer seu produto e seu público.

Dessa forma, você poderá ver quais plataformas de comunicação social são mais eficazes para sua estratégia.

Por exemplo, você pode começar anunciando em sites mais gerais, como Google e Facebook, e depois, com base em seus resultados, restringir seu plano a redes mais específicas.

Dependendo do seu nicho, você pode acessar o LinkedIn ou o Pinterest.

Também é importante definir cuidadosamente a finalidade de cada anúncio.

Isso significa, por exemplo, que você pode criar uma campanha para aumentar o reconhecimento da marca, incentivar os visitantes a fornecer alguns dados ou clicar em links para vendas.

Cada um desses objetivos requer planejamento e a plataforma certa para fazê-lo.

É uma questão de testar diferentes formatos, objetivos e conteúdos, reunir estatísticas e testes A-B para determinar o que funciona e o que pode ser melhorado.

Dessa forma, você sempre obterá melhores retornos, aumentará as vendas, aumentará seu público e manterá seus negócios funcionando.

Conclusão

Mostramos alguns fundamentos para quem deseja embarcar em um caminho de crescimento no espaço de marketing de afiliados pago.

Vejamos os destaques do guia em ordem:

  1. Entenda a diferença entre tráfego pago e orgânico, e que ambos são importantes para o crescimento da marca;
  2. Decida quanto investir no plano de publicidade primeiro, com base em seu orçamento e atividade do produto;
  3. Conheça as plataformas de tráfego pagas, incluindo Facebook Ads e Google Ads;
  4. Pesquisar seu público e entender seu nicho ajudará você a encontrar a melhor plataforma;
  5. Entender como cada um funciona, testar sua eficácia e entender quais estratégias estão funcionando e quais precisam ser alteradas.

Agora que você sabe como funciona o tráfego pago para afiliados é hora de trabalhar duro. Boa sorte!

Leia também: Tráfego pago para afiliados: Tudo o que você precisa saber antes de criar seu negócio na internet

Você pode gostar